terça-feira, janeiro 11, 2011

Retrô 2010 - Parte I

Eu gostaria de fazer uma retrô bem detalhada como fiz no final de 2009, mas acredito que em 2010 posso ser mais sintético :) Mas vamos lá:

Janeiro: O mês da reconstrução sentimental - Pois é, 2009 não teve um gran finalle, acabou dolorido com a desilusão do conto de fadas. Mas a velha casca grossa aguentou firme e os bons amigos ajudaram a superar tudo.

Fevereiro: O condomínio universitário - Ok, eu já estava morando sozinho desde Novembro, fiz muitas amizades mas o condomínio começou a agitar mesmo com a chegada dos novos moradores de 2010. Foi um mês muito divertido, não posso negar!

Março: Início das mudanças - Em Março começou a ficar claro que financeiramente não era viável permanecer em Maringá, meu custo fixo era superior a 70% dos meus rendimentos, comecei então o plano de regresso para Sampa.

Abril: O mês do retorno - Não foi uma decisão simples, eu já tinha me apegado a vida maringaense, aos novos amigos e a qualidade de vida. Porém não viva inteiro: metade de mim queria estar em Sampa e a outra em Maringá. E lá pelo meio do mês, o bom filho à casa retornou.


Maio: Velha casa nova vida - O primeiro carro foi furtado, o que me chateou um bocado, mas não tive problemas com o seguro. O Corinthians naufragou na segunda-fase da Libertadores, mas notícias boas também chegaram: 15 dias de "férias" e comecei a trabalhar com mídias sociais!

Junho: A adaptação do retorno - Preciso confessar que não foi e nem tem sido fácil. Perdi muito espaço, depois que você se acostuma em ter seu canto, quando você volta e tem que dividir quarto com sua irmã e o namorado (agora noivo) não é fácil. Muita coisa me incomoda nessa fase, mas faz parte...

E amanhã posto mais!

4 comentários:

Olivia disse...

Oi Junião, pelo visto 2010 foi um ano de reconstrução total do seu espaço e vida.
Substituir seus referenciais por outros não é molesa não! Eu, por exemplo, sou muito resistente e preciso até de terapia para conseguir me adaptar a situações que vão de encontro aos meus interesses.
Foda!
Mas isso mostra a sua grande capacidade de se adaptar e dar a volta por cima! Parabéns!

Mari - @mari_matta disse...

Nossa, de novo, parecia que você tinha voltado pra SP mto antes. As nossas conversas de qndo vc voltou parece que foi há um século atrás, tanta coisa aconteceu depois.....

Eu acho mto difícil voltar pra casa e perder o seu espaço....Pra ser bem sincera eu sinto falta disso até hj, e eu só fiquei 6 meses fora e já voltei há quase 2 anos (lágrimas) e não consigo me adaptar.

Mas o melhor de tudo é o que vc escreveu no post passado: “voltei para casa e encontrei aqui vida nova...” :D

Ministério da saúde disse...

Olá Blogueiro,

As enchentes fizeram centenas de vítimas nos últimos dias. Para impedir que a situação se agrave é preciso que os sobreviventes saibam como lidar com esta realidade e tomar as medidas de prevenção necessárias para evitar doenças graves. E você, blogueiro, pode ser nosso parceiro nessa divulgação e nos ajudar a salvar vidas. Caso queira participar desta ação, entre em contato com o comunicacao@saude.gov.br que enviaremos o material necessário.

hipervitaminose disse...

Também tive uma época de regresso à casa dos meus pais, e não foi nada fácil. Apesar de estar dividida que nem vc... E roubarem o carro e dose, hein? Isso com certeza não ajudou...Mas 2011 PROMETE. Tô confiante! hauhahuahuahuaha... E espero que vc tb esteja!

=D

Bjão, xuxu!