quinta-feira, outubro 29, 2009

A geração "pop"

Vamos para um pouco e raciocinar: Sempre temos um amigo, ou conhecido que consideramos "pop", quando não é você a pessoa certo? Aquela que todo mundo diz: putz, se virar político ganha fácil!

Pois é, mas por que isso tem sido frequente? A explicação está lá no título, estamos vivendo a geração "pop". Claro, a alcunha que hoje está na moda é Geração Y, por outros tantos motivos, mas por que somos "pops"? Tantas pessoas que possuem "perfis" lotados em redes sociais, diversos contatos em comunicadores instantâneos, sem falar nas listas de e-mail e celular.

Fruto do avanço tecnológico em que nascemos, hoje em dia se você faz um curso, uma viagem, frequenta uma academia, pronto uma nova enxurrada de amigos! E isso não anula os amigos e conhecidos anteriores, todos ficam listados. As gerações anteriores não dispunham de ferramentas além do telefone ou cartas, com isso amizades efêmeras ou de circunstância se perdiam.

Não quero entrar no mérito da valorização/depreciação das relações, apenas constar que "nunca na história" fomos tão populares ou tivemos tantos contatos, se é melhor ou pior, fica para outra análise...

2 comentários:

Mari disse...

Nossa amizade é a prova disso, n teria sido sua amiga se n fosse msn, fb, orkut, twitter e so on. E agora n tem um dia q não nos falamos, viva os avanços tecnológicos!!!

minhastudo disse...

Oi Junião, belo blog!
Concordo com vc, mas sempre tem aquelas pessoas que achamos ser "pop" mas, na verdade, add todos em redes sociais, mesmo sem conhece-las, apenas para se dizer "POP"!!! Eles querem cada vez mais status, e esquecem de ser eles mesmos... por isso não conseguem fazer muitos amigos... bom, mas cada um com seu problema, neh!?

Bom feriado!!!
Ateh mais,
JOHNNY